Home » 1083 (13 a 18.10.2015), Eventos, Uncategorized, Vamos

Quando educação, museu e arte se encontram

Publicado por carollfts@gmail.com - Monday, 12 October 2015

Especialistas de diferentes países refletem e discutem com o público os museus como espaço de convivência

PAULA LEPINSKI


Pinacoteca do Estado: espaço de convivência e discussão

O papel dos museus e instituições culturais está mudando ao longo dos anos. A percepção de que esses espaços são fundamentais para resguardar o passado, não só de uma determinada classe social, mas da sociedade como um todo, tornou imprescindível discuti-los como espaço também de convivência e de construção do conhecimento. Com isso em vista, a Pinacoteca do Estado de São Paulo, por meio de seu Núcleo de Ação Educativa, apresenta o encontro Diálogos em Educação, Museu e Arte. Organizado por profissionais da área, incluindo professores da USP, o curso será realizado entre os dias 27 e 30 de outubro, como parte do projeto Museu para Todos, que, por meio de diferentes ações educativas inclusivas, promove a ideia de acesso à cultura e ao patrimônio público. Aí a educação entra como um meio privilegiado para atingir esse objetivo, uma vez que ela cria gostos, desenvolve a capacidade de compreender os códigos culturais e é capaz de conscientizar o público jovem sobre a importância desses espaços.

Para tornar os museus e instituições culturais espaços de incentivo a diálogos que aprofundem as experiências educativas, o encontro reúne profissionais de diferentes países, a norte-americana Lisa Roberts, a colombiana Lucía González, a inglesa Eithne Nightingale e a argentina Silvia Alderoqui; as palestras contam com tradução simultânea e intérprete de Libras (Língua Brasileira de Sinais). O encontro também busca estimular a troca de experiências entre as práticas e teorias educativas desenvolvidas em território nacional e internacional e entre as experiências desenvolvidas nas regiões Nordeste, Sudeste e Sul do país. Durante cinco horas, o público pode participar de palestras, debates e de quatro oficinas.

Programação – A norte-americana Lisa Roberts, educadora, escritora e curadora, participa do primeiro dia de evento, 27 de outubro, para falar na palestra “Do conhecimento à Narrativa e à… ação! Construindo narrativas nos museus de hoje”. Ph.D. pela Universidade de Chicago, onde pesquisou história e filosofia da educação em ambientes museológicos, Lisa vai discutir a mudança radical na forma como definimos “conhecimento”, hoje tido como algo construído socialmente, e a necessidade de pessoas e instituições dotadas de capacidade interpretativa. No segundo dia, Lucía González, diretora do Museo Casa de la Memoria da Prefeitura de Medellín (Colômbia), ministra a palestra “O museu como dispositivo pedagógico para a construção de convivência”. O objetivo é propor que o museu seja encarado como um dispositivo para se questionar, duvidar e produzir o próprio conhecimento a partir daquilo que é visto. A inglesa Eithne Nightingale, ex-chefe do Departamento de Igualdade e Diversidade no Victoria & Albert Museum (Londres), comparece no dia 29 de outubro para discutir sobre como “Os museus podem contribuir para a igualdade e mudar a vida das pessoas?”. No quarto e último dia, a sul-americana Silvia Alderoqui versa sobre “Museus participativos e relacionais com a comunidade e seu território”. A criadora e atual diretora do Museo de Las Escuelas (Argentina) vai discutir a participação dos públicos nos museus e a democratização da cultura.

No primeiro e no segundo dia, acontecem duas oficinas: Programa de Inclusão Sociocultural e Programa de Atendimento ao Público Escolar e em Geral. A primeira propõe a reflexão sobre a participação de espaços culturais no processo de apropriação da cidade por grupos em situação de vulnerabilidade social, enquanto a segunda aborda a identificação do museu como espaço de interação e convivência. Outras duas oficinas – Programa Educativo para Públicos Especiais e Programa Meu Museu e Programa Consciência Funcional – acontecem nos dois últimos dias do evento. Uma apresenta algumas das possibilidades educativas inclusivas para pessoas com limitações cognitivas, sensoriais e mobilidade reduzida e pessoas com 60 anos ou mais. Já a outra traz atividades educativas desenvolvidas com os funcionários e prestadores de serviço da Pinacoteca, propondo atividades práticas para desenvolver a percepção corporal e aspectos cognitivos.

Diálogos em Educação, Museu e Arte acontece nos dias 27, 28, 29 e 30 de outubro, das 9h às 14h, na Pinacoteca do Estado de São Paulo (Praça da Luz, 2). Mais informações pelo tel. 3324-1000. Confira a programação completa através do link www.dialogosemeducacaoemuseu.com.br.